Prefeito Renato Filho abre processo administrativo para apurar mais de 1.300 atestados médicos
Renato Filho se interessou pelo caso após funcionária levar gato ao veterinário

A Prefeitura Municipal de Pilar abriu, nessa segunda-feira (29), um processo administrativo para apurar averacidade de mais de 1.300 atestados médicos que foram levados por servidores. O caso chamou a atenção do prefeito Renato Filho após ele ter acesso a um atestado de uma funcionária que levou o gato ao veterinário.

Segundo o prefeito, o atestado médico é uma comprovação de que o paciente foi atendido pelo médico e é lei, masafirmou que é preciso analisar esse alto número de atestados.

P1010544

"Como alguns recursos são federais, vamos mandar a apuração também para o Ministério Público Federal e o Estadual”, destacou o prefeito.

No caso da funcionária que levou o gato ao veterinário, a médica assina o atestado e diz que o início do atendimentodo animal foi às 8h00 e o término às 13h.

Vou apurar em uma das áreas da prefeitura e saber o que está acontecendo. O número de atestados é grande e isso nos deixa em alerta”, finalizou o gestor.

 

 

por Raíssa França - 1873 - MTE/AL
Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Pilar

P1010544
 
 
 
loading