Pesquisar:

Penedo e Pilar são escolhidas para sediar Mostra Alagoana de Dança; confira programação

HomeCidadePenedo e Pilar são escolhidas para sediar Mostra Alagoana de Dança; confira programação

Penedo e Pilar são escolhidas para sediar Mostra Alagoana de Dança; confira programação

Começa na próxima terça-feira (2) a 19ª Mostra Alagoana de Dança. As cidades de Pilar e Penedo, no interior de Alagoas, foram escolhidas para sediar o evento, que segue até o dia 20. A programação é gratuita (veja mais abaixo). A mostra é promovida pela Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa (Secult).

Mais de 40 grupos de diversos estilos vão se apresentar. Foram selecionados coletivos e bailarinos de 14 cidades. São elas:

  • Piranhas
  • Viçosa
  • Santana do Ipanema
  • Chã Preta
  • São Miguel dos Campos
  • Delmiro Gouveia
  • Marechal Deodoro
  • Messias
  • Pilar
  • Penedo
  • Coruripe
  • Batalha
  • Campo Alegre
  • Maceió

Programação

Mostra principal:

  • Pilar – 7 de maio, a partir das 16h, na Orla Lagunar
  • Penedo – 20 de maio, a partir das 17h, no Theatro Sete de Setembro

Paralelamente ao evento, as cidades-sede receberão oficinas de dança ministradas pelos professores Josivaldo Freitas (Hip Hop), Fabian Oliver (Dança de Salão) e José Marcos (Contemporâneo). As inscrições podem ser realizadas no Museu e Casa da Cultura Arthur Ramos, em Pilar, e na Secretaria de Cultura, Lazer, Esporte e Juventude de Penedo.

Oficinas gratuitas em Pilar:

  • 2, 3 e 4 de maio – Oficina de Hip Hop, de 15h ás 16h30, na Escola Oseas Cardoso, com o professor Josivaldo de Freitas
  • 3, 4 e 5 de maio – Oficina de Dança de Salão, de 19h às 20h30 Local, no Museu e Casa da Cultura Arthur Ramos, com o professor Fabian Oliver

 

Oficina gratuita em Penedo:

  • 16 a 19 de maio – Oficina de Dança Contemporânea, das 18h30 às 20h30, no Ciclo Operário, com o professor José Marcos

 

Dança em Alagoas

Segundo a curadora da Mostra, a bailarina Karina Padilha, o projeto foi criado com o intuito de reunir os artistas do segmento. “Tantos anos depois, é incrível poder continuar com essa movimentação em prol da dança em Alagoas”, disse ela.

A escolha das companhias e artistas foi feita por uma comissão julgadora levando em consideração a qualidade artística e técnica dos inscritos, a originalidade e criatividade da coreografia, complexidade coreográfica, diálogo entre coreografia, tema e música, e tempo de atuação e formação do grupo.

A secretária de Cultura, Mellina Freitas, acredita que o projeto apresenta um panorama do que é produzido na dança no estado. “Durante o evento, bailarinos, diretores, coreógrafos e outros envolvidos se unem com o objetivo de mostrar o seu melhor e encantar o público”.

Fonte: https://g1.globo.com/

Skip to content